terça-feira

A diferença entre ouvir e escutar



                A diferença entre ouvir e escutar



Qual é a diferença entre ouvir e escutar? De acordo com o Neurocientista Auditivo Seth S. Horowitz, a resposta é atenção. Ouvir, explica ele em um artigo recém publicado no New York Times, é uma ação passiva, um sentido sempre engajado que é capaz não apenas de perceber, mas também de provocar reação a estímulos externos várias vezes mais rápido que os outros sentidos, incluindo a visão. Horowitz compara ouvir com um alarme, uma configuração padrão que "opera fora da linha de visão e funciona mesmo enquanto você está dormindo." Escutar, por outro lado, é um comportamento decididamente ativo, pois requer foco.

Antes de continuar, devo dizer que sempre usei os dois termos considerando os sentidos diferentes. Inclusive em situações como a de eu tentar explicar para alguém que é possível sim eu não estar escutando um vizinho infeliz tocando um tipo de música que eu detesto até que me chamem atenção para isso. Aí está a explicação por alguém com muito mais crédito do que eu, caros amigos e familiares.

Horowitz escreve:

"Quando você realmente presta atenção em alguma coisa que está escutando, seja sua música favorita ou o gato miando na hora do jantar, uma via 'de cima para baixo' separada entra em jogo. Aqui, os sinais são transmitidos através de uma via dorsal em seu córtex, a parte do cérebro que trabalha mais, o que te deixa focar ativamente naquilo que está ouvindo e dessintonizar visões e sons que não são tão imediatamente importantes.
Neste caso, seu cérebro funciona como um par de headphones supressores de barulho, com as vias 'de baixo para cima' (ativas durante a experiência passiva de 'ouvir') atuando como um interruptor para interceptar se algo mais urgente - digamos, um motor de avião caindo e atravessando o teto do seu banheiro - apanhar sua atenção."

Escutar, por fim, argumenta Horowitz, é uma habilidade - uma capaz de ser não apenas afiada, mas perdida.  Portanto, ele sugere algumas técnicas para treinar sua habilidade de escutar, tais como: escutar músicas novas em vez de já conhecidas; e escutar não o que outra pessoa fala, mas sua voz.


Fonte: io9

                                     “O sábio escutará e absorverá mais instrução…” Prov. 1:5

                                                                             Por, Eni Peniche - Palestrante, Psicóloga e Coach

Nenhum comentário: